Shaping the future of animal health
Portugal
image-from-the-document-manager

Porquê Março?

Não existe um mês mais importante que o outro para falar sobre a leishmaniose canina.

A Virbac escolheu o Mês de Março para esta doença, estabelecendo no calendário um mês especial em que todos os nossos parceiros nos ajudariam a uma maior divulgação desta doença tão grave, sendo deste modo a oportunidade de captar a atenção à doença e aos seus sintomas.

Neste mês reforçamos os meios de comunicação juntos dos médicos veterinários e junto dos donos de cães através da criação de folhetos, posters e vídeos que possam ajudar à divulgação da importância da prevenção da doença através da vacinação e de alertas aos sintomas mais comuns que esta doença pode originar. É importante alcançar os donos de animais que a Leishmaniose não lhes diz nada, quer por desconhecimento, quer por pensarem que o seu animal não corre riscos.

Porquê Leishmaniose?

A leishmaniose canina é causada por uma infecção parasitária, transmitida de cão para cão através das picadas de insectos flebótomos infectados. Se o seu cão está infectado com o parasita, os sintomas podem não ser detectáveis de imediato.

Sinais a ter em conta são febre, falta de pêlo (sobretudo à volta dos olhos), perda de peso, feridas e alteração nas unhas. Os órgãos internos são também afectados, o que pode conduzir ao aparecimento de anemia, artrite e insuficiência renal grave.

Esta doença é muitas vezes mortal e os tratamentos apenas permitem controlar os sintomas e não curam a doença. Já existem na Europa 2,5 milhões de cães infectados com este parasita.

A saúde do meu cão está em risco?

Os insectos flebótomos estão largamente distribuídos e podem ser encontrados em muitos habitats do sul da Europa. As regiões e países da bacia mediterrânica apresentam um risco particularmente elevado para os cães (especialmente Portugal, Grécia e muitas zonas de Espanha, Itália e sul de França).

Sabia que...


... 46.000 é o número de cães infectados com Leishmaniose que irão necessitar de tratamento?

... 2.500 é o número de cães infectados com Leishmaniose cujos donos poderão pagar o tratamento?


O tratamento é caro. A prevenção está nas suas mãos!

Fonte: Projeção feita a partir de Castanheira A.R. et al (2012), Pharmacoeconomics: A cost analysis between treatment and vaccination of canine leishmanosis e Cortes S. et al, (2012). Risk factors for canine leishmaniasis in a endemic Mediterranean region.

Ver mais_Leishmaniose.png

Partilhar no Google Partilhar no Facebook Imprimir página actual