Shaping the future of animal health
Portugal

Hiperplasia Benigna da Próstata

 

O seu cão começou a mostrar dificuldades em urinar/defecar? Observou a presença de sangue na urina?

 


Hiperplasia Benigna de Próstata (HBP): uma patologia subdiagnosticada no cão

8 em cada 10 cães não castrados e com mais de 5 anos sofrem de Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP). Mas, afinal, em que consiste a HBP? É uma doença benigna da próstata que se traduz por um aumento do volume deste órgão.

Tal como acontece no homem, nos cães, com o passar dos anos, o efeito das hormonas masculinas leva ao aumento natural da próstata, dando lugar à chamada Hiperplasia Benigna da Próstata. Uma próstata aumentada origina um mal-estar generalizado, uma vez que exerce pressão sobre os vários órgãos circundantes. Em última análise, este aumento poderá contribuir para outras complicações a nível prostático, como quistos ou infecções. Os problemas da próstata são vários e uma detecção precoce é fundamental para que se tomem as medidas adequadas. Os tumores da próstata, ao contrário do homem, são um problema raro.


Sinais típicos da HBPprostata.jpg

  • Dificuldade em defecar
  • Dificuldade em urinar
  • Alterações no formato das fezes (fezes aplanadas)
  • Alterações na urina (presença de sangue, perdas intermitentes)
  • Dificuldade ao caminhar
  • Dor lombar
  • Corrimento prepucial

Um ou vários destes sintomas, principalmente num animal com mais de 5 anos, devem levar-nos sempre a suspeitar de problemas na próstata. Neste caso, o acompanhamento do Médico Veterinário torna-se fulcral. É importante descobrir o que está a causar estes sintomas e qual ou quais os tratamentos que poderão ser instituídos.


Diagnóstico

Inicialmente, durante o exame clínico, o Médico Veterinário pode realizar um toque rectal para avaliar o volume da próstata. Trata-se de um exame indolor, sem qualquer risco para o seu cão.

Existem outros exames específicos, como a ecografia, que permite observar o aspecto interno da próstata.

Mais recentemente, foi desenvolvido um teste laboratorial que permite, com uma simples análise sanguínea (tal como nos humanos), pesquisar um marcador. Uma técnica muito sensível que nos pode traduzir o grau de alteração existente.


Tratamento

Actualmente, já existe um tratamento eficaz para a Hiperplasia Benigna da Próstata, que se administra por via oral uma vez por dia, durante uma semana, e o seu efeito dura em média 6 meses (
Saiba +).


A reter: Uma detecção precoce para um tratamento eficaz!

Os cães com mais de 5 anos requerem uma atenção especial e contínua, para que mais facilmente se detectem sintomas anormais. Quanto mais cedo estes sinais forem observados, maiores serão as garantias de sucesso do tratamento. Hoje em dia, pode ser requerido o rastreio anual da HBP a todos os cães com mais de 5 anos, visto este ser o método mais fiável para despiste desta doença.