Virbac Portugal

Conselhos

Pontuação 5 (3 Avaliação)

Vacinação animal

Dia da vacinação animal

Quando decidimos adotar um cão ou um gato devemos conhecer o máximo possível sobre a sua saúde e bem-estar.

 

A respeito da vacinação, sabe quais são as vacinas essenciais para os cachorros e gatinhos? 

 

Especialmente quando se trata de um cachorro ou gatinho, é fundamental aconselhar-se com um médico veterinário no que concerne aos cuidados de saúde que estes necessitam nos primeiros meses de vida. A desparasitação e a vacinação não poderão faltar, já que é através destas que asseguramos a eliminação de possíveis parasitas e prevenimos o contágio de doenças infecciosas, algumas das quais podem ter consequências graves para a saúde dos nossos animais.

 

cao.jpg

A vacinação do cachorro

Já ouviu falar sobre a Parvovirose ou sobre a Esgana? Por serem doenças que podem ter consequências graves para os nossos cães, os médicos veterinários têm vindo a informar sobre as mesmas ao longo dos anos, fazendo com que, hoje em dia, quase todos os tutores conheçam estas patologias.

Como em qualquer espécie animal, os primeiros meses de vida são críticos, visto que o sistema imunitário do animal ainda não está completamente desenvolvido, tornando-o assim mais predisposto a possíveis infecções, portanto, devemos iniciar a primovacinação assim que o nosso médico veterinário recomendar. O período de primovacinação deverá ter início entre as 6 e as 9 semanas de idade e manter-se até às 16 semanas. No caso dos cães, existem vacinas essenciais que não podem faltar no protocolo de vacinação e são aquelas que protegem contra a esgana (CDV), hepatite infeciosa canina (adenovírus CAV 1 E 2), parvovirose (parvovírus canino/CPV), parainfluenza canina, leptospirose e a raiva. 

 

gato.jpg

A Vacinação do gatinho

No caso dos gatinhos também existem vacinas essenciais, que são as que protegem contra contra a rinotraqueíte (herpesvírus felino 1), a panleucopénia (parvovírus felino) e calicivírus felino. Como vê, tanto os cães como os gatos são vacinados contra o parvovírus, um vírus responsável por formas de doença grave em ambas as espécies e que se manifesta através de diarreia hemorrágica, febre, vómitos, falta de apetite e requer hospitalização urgente.

Outra vacina que deve ser administrada aos gatinhos é a do vírus da leucemia felina (feLV); no entanto, deve ser previamente realizado um teste laboratorial para que saibamos se o animal já foi infectado pelo vírus ou não.

Lembre-se que manter a saúde de nossos animais é essencial para seu bem-estar geral e que nada melhor do apostar na prevenção.

Diga-nos, o seu cão ou gato está vacinado? Se ainda não vacinou o seu animal, marque uma consulta com seu veterinário de confiança!

Avalie este conteúdo: 5 4 3 2 1